A declaração de emergência sanitária no México e a entrada do país na fase 3 da epidemia por coronavírus ditou a suspensão de todas as atividades não-essenciais até dia 30 de maio em todo o país. A nível federal mantém-se a liberdade de circulação, em casos que tal configure uma necessidade essencial, não havendo, até ao momento, restrições à entrada de cidadãos estrangeiros em território mexicano.

Na capital Cidade do México é obrigatório o uso de máscaras em todos os espaços públicos. Os estados de Jalisco e Michoacán introduziram medidas de recolher obrigatório, que podem também estar em vigor em alguns municípios por decisão do poder local.

Aconselhamos os nossos cidadãos que se pretendam deslocar grandes distâncias dentro do país a fazerem-no por via aérea. Deverá ser evitada toda a zona da fronteira sul (Guatemala e Belize), dado o aumento da insegurança.

Está igualmente em vigor a suspensão das atividades hoteleiras, pelo que nenhuma nova reserva pode ser feita em hotéis, plataformas de alojamento e/ou através de agências de viagem. Apenas serão aceites novos hóspedes que confirmem motivos humanitários ou necessidade de realização de viagem profissional que se enquadre no conceito de serviços essenciais.

 

Consulte a totalidade dos nossos Conselhos aos Viajantes para o México.

  • Partilhe