Teve lugar, no dia 25 de setembro de 2020, no auditório do Camões, I.P., a apresentação pública da Rede de Ensino Português no Estrangeiro (EPE) 2020-2021. epe_mne

A apresentação da rede EPE esteve a cargo do Presidente do Camões, I.P., que salientou que, num mundo em crise, a Língua Portuguesa se encontra em franca consolidação e crescimento, o que se reflete nas projeções da rede EPE para o atual ano letivo, com 320 professores, 170.000 estudantes, 84 centros de língua portuguesa e presença em 74 países. Ao nível do ensino pré-escolar, básico e secundário, foi dado destaque para a entrada em funcionamento da primeira escola oficial bilingue no Reino Unido, e salientou-se o esforço do Camões, I.P. para aumentar o número de países que integram o ensino da Língua Portuguesa no ensino secundário, que se cifra atualmente em 35, prevendo-se adicionalmente a integração futura da Irlanda e da Escócia. Foi ainda referido o crescimento da oferta do ensino de Língua Portuguesa no ensino superior no estrangeiro, com um investimento anual de cerca de 5,2M€, que se traduz num aumento de docentes e investigadores ao abrigo de Protocolos de Cooperação, bem como dos Protocolos de Cooperação em negociação com universidades estrangeiras, das Cátedras, dos Centros de Língua Portuguesa e dos programas de bolsas.

Também foi destacada a aposta do ensino na área digital, sobretudo no atual contexto de pandemia, tendo sido apresentado um vídeo dedicado ao tema, intitulado “Aprender Português em segurança”. Por fim, o Presidente do Camões, I.P. abordou a questão da articulação do ensino da Língua Portuguesa com projetos de cooperação para o desenvolvimento, nomeadamente em Angola, Timor-Leste, Guiné-Bissau e Moçambique.

A sessão contou com intervenções do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, que relevou a importância de uma estreita coordenação existente entre os diferentes atores que concorrem para a promoção global da Língua Portuguesa, e do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, que evidenciou igualmente o crescimento do número de países em que o português está integrado nos sistemas de ensino; a expansão da rede de professores e alunos aos níveis básico, secundário e superior; e as múltiplas ferramentas complementares ao ensino presencial desenvolvidas no atual contexto pandémico, que permitirão dar continuidade à crescente internacionalização do Português.

Marcaram também presença no evento a Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, e a Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

31819 1 epe31819 5 epe

31819 6 epe31819 8 epe

Publicado originalmente no portal do CICL.

 

  • Partilhe