Na eleição para a Assembleia da República, prevista para dia 6 de outubro de 2019, os cidadãos portugueses recenseados no estrangeiro poderão optar entre o voto presencial ou o voto por via postal.

No caso de não ser manifestada nenhuma preferência, junto da respetiva comissão recenseadora (como esta Secção Consular da Embaixada de Portugal no México) até à data da publicação do decreto presidencial em Diário da República, os referidos cidadãos exercerão o seu direito de voto por correspondência.

Recorda-se que os cidadãos nacionais com residência no estrangeiro são oficiosa e automaticamente recenseados junto da respetiva comissão recenseadora, em conformidade com a morada constante do cartão do cidadão.

 

SABE ONDE VOTAR?

Se não sabe, CONSULTE www.recenseamento.mai.gov.pt

  • Partilhe